A uns tempos atrás fiz um review de alguns modelos dos principais compressores para aerografia que você pode estar utilizando para realizar seus trabalhos.

Agora que você já conhece alguns dos modelos de compressores que podem ser utilizados para se fazer aerografia vou falar sobre um problema que pode vir acontecer após alguns anos ou meses de uso, e vamos abordar nesse artigo como podemos resolver este problema de uma forma simples e barata.

Alguns dos compressores após começarmos utiliza-lo ele pode vir a condensar água em seu reservatório isso pode acontecer também nos que não tem  um reservatório e a seguir vou lhe mostrar um forma para solucionarmos esse probleminha.

Vamos lá?

A questão é muito simples. O compressor pode até ter filtro, mas porque não está retendo a água? Ou pior, você vê a água no filtro, mas mesmo assim o aerógrafo ainda insiste em disparar água junto com o ar. Esta tendência pode arruinar pinturas e trabalhos inteiros, o que seria muito frustrante. Mas porque isso acontece?

A água, quando o motor está aquecido, se condensa, e em forma de vapor, é transportada pela mangueira do aerógrafo. Quando ela se resfria, no meio do caminho, vira água novamente, e é disparada junto com o ar. Existem mangueiras próprias para este problema, como esta abaixo:

magueira com filtro de ar - daniel latim

Outra alternativa, que também custa um pouco caro, é um filtro próprio para o aerógrafo. Por ser pequeno, ele vai logo na entrada de ar do mesmo:

filtro de ar - daniel latim

Muitos artista relatam que este tipo de filtro acaba reduzindo a capacidade de trabalhar com a ferramenta. Pensa só, na hora de criar um detalhe como por exemplo textura de pele onde temos que criar pontos minúsculos para fazer os poros da pele, você irá ficar com a mobilidade reduzida?

Solucionando o Problema de Forma Econômica

Por isso, sugiro a solução a seguir: O filtro de gasolina!

filtro de gasolina fusca - daniel latim

Sim, isso mesmo, um filtro de gasolina de FUSCA! Teoricamente, a gasolina não pode conter nem água nem impurezas, por este motivo o filtro é utilizado. Basicamente nós fazemos o mesmo, porém com o ar.

O que você vai precisar:

-Filtro de gasolina para Fusca (R$ 5)

-Mangueira de Poliuretano (média de R$ 1,20 o metro, sugiro dois ou três metros.)

-Conexões em geral (o preço varia).

Eu sugiro, que com o compressor, o filtro e o aerógrafo em mãos, vá até uma loja de válvulas e conexões. Lá eles irão te vender a mangueira e as conexões corretas, além de instalar tudo pra você. Após fazer este processo, nunca mais tive problemas com água na pintura, o que me deixou extremamente satisfeito e feliz.

Vale lembrar que esta técnica serve para qualquer tipo de compressor, seja ele com ar direto, reservatório, filtro, enfim… É só montar e usar! O filtro vai ter uma validade indeterminada. Alguns artistas fizeram esta adaptação há mais de 5 anos e ele ainda está retendo a água, outros o trocam assim que ele começa a escurecer.

Tem achado útil esse tipo de informação?

Isso também pode ajudar outras pessoas e você pode contribuir para que isso aconteça: basta deixar um comentário aqui em baixo me falando o que achou e compartilhar esse artigo com um amigo seu ?

Bora fazer esse conhecimento chegar a mais pessoas?

O que mais você gostaria de APRENDER? deixe seu comentário abaixo para que em breve consiga compartilhar esse assunto com você.

Fonte : Tom Plasti