A pergunta feita no título do artigo talvez seja a mais difícil para alguém responder. Não é um fato que defini uma pessoa, sendo assim, essa resposta poderia render um livro.

Temos varias formas que as pessoas utilizam para se definir, algumas se definem por sua profissão, por seus diplomas, por seus empregos passados, entre outras formas.

Eu procuro sempre mostrar o melhor em minhas atitudes quais querem que sejam. Para ser mais simples e objetivo para você entender quem sou eu.

Vou falar um pouco do meu passado até eu descobrir o que mais gosto que é ensinar pessoas que estejam com vontade de crescer na aerografia.

Eu sempre fui amante da arte, gostava muito de desenhar na minha infância, meus amigos sempre disseram que eu tinha uma grande habilidade para isso.

Mas com o passar do tempo deixei o desenho de lado. Quando iniciei o ensino médio e tive contato com meu primeiro computador (graças a um trabalho de estágio que consegui).

Na época eram aqueles computadores gigantes, já tive dias que ao lembrar fiquei rindo sozinho.

Era até um bom computador na época, não tinham internet super velozes como hoje, era tudo muito lento, há maior parte do meu tempo usando o computador era usando o PAINT (programa de desenho do windows), gostava muito de usá-lo, passando muitas horas fazendo desenhos e pintando.

Então ao decorrer do tempo entrei em uma escola profissionalizante, naquela época eu não tinha dinheiro, mas graças ao meu pai enxergar o quanto eu gostava de ficar no computador desenhando.

Ele pagou um curso de computação e aprendi inúmeros programas, entre eles um dos principais que uso atualmente o Corel Draw. Acabei não me identificando com o Corel e passei a me interessar pela programação.

No ano de 2009 comecei a aprender programação por minha própria conta na internet, quando fiquei dias e noites afins, aprendendo a fazer apenas a programação de um simples botão funcionar.

Nunca foi fácil para conseguir aprender sozinho e me desenvolver, pois, muitos dos conteúdos da internet eram desatualizados ou o criador desses conteúdos não auxiliava com o suporte nem para pequenos problemas que ocorriam comigo, com isso se tornavam um bicho de sete cabeças. Mas nunca desisti.

Em 2012 trabalhei com o grandioso Corel Draw, em uma empresa de etiquetas para calças (jeans), atuando como designer dessas etiquetas (que são colocadas na parte de trás das calças, aquelas peças de couro com ferragens e tudo mais).

Nessa empresa me aperfeiçoei no programa Corel, fazendo vetorizações. Hoje com toda prática, agora consigo fazer uma vetorização com 80% a mais de agilidade do que quando iniciei.

Descobri que existem inúmeros modos para fazer o mesmo trabalho, simplificando cada vez mais.

Aprendi fazer estampas para camisetas e como montar de forma correta os fotolitos, conhecido no mundo da aerografia como STENCIL.

Preparei fotolito dos mais simples aos mais complexos contendo inúmeras cores para um único desenho.

Depois de 1 ano aproximadamente nessa empresa, queria trabalhar com o que mais gostava, que nada mais era desenhar, infelizmente nunca sobrou dinheiro certo para pagar cursos que eram muito caros.

Você já deve ter se deparado com alguns cursos desses não é mesmo? Que podem custar milhares de reais!

Foi então que conheci o Graffiti, através do meu primo, criei um hábito de acompanhar e procurar aprender a fazer as famosas letras Wildstyle e trabalhos realistas entre outros estilos do graffiti.

Minha maior dificuldade com o graffiti era conseguir ter um traçado legal, pois, existem muitos segredos escondidos que poucos artistas compartilhavam para fazer traços limpos e contínuos.

No fim de 2013 comecei a ajudar meu primo com o projeto dele de graffiti, então iniciei uma parceria com ele, como tinha uma experiência grande com programação fiquei responsável da parte tecnológica, então criei um site, uma Fanpage e organizei as mídias para o projeto que estava realizando até pouco tempo atrás.

Nossos eventos de graffiti eram os maiores do Brasil, contavam com mais de 450 Artistas cadastrados em nossa base de dados, fazíamos convites para cada artista participar de eventos diferentes mantendo um padrão de qualidade.

Em 2014 foi o nosso primeiro evento de graffiti, esse evento aconteceu em um condomínio do CDHU, nele tinha um total de muro de 900 metros de comprimento por 2,5 metros de altura.

Como não tinha experiencia, nunca havia feito nenhum evento como esse, sendo o meu primeiro, acreditei que seria um processo simples, foi onde me enganei.

Por haver artistas que viriam de outros estados, essas viagens eram longas para chegar até o local do evento, assim para facilitar e deixar o processo legal para os convidados e ter uma boa qualidade no final, tivemos que pintar o muro inteiro, nessa hora foi que vi a diferença dos amadores do que dão a alma pela arte.

O projeto era por incentivo do governo, nossa remuneração seria em tintas que compramos e utilizaríamos no evento.

No final do dia após aplicar a cor base em todo o muro para o dia do evento, a minha mão estava com inúmeras bolhas, não conseguia nem mexer os braços de tanto muro que pintei.

O aprendizado que obtive com meu primeiro evento de graffiti, foi que devemos fazer o que realmente amamos, porque só assim conseguimos passar por qualquer barreira ou dor e ter excelência e não desistir no caminho.

Eu sempre falo para os meus alunos que já foram mais de 100, essa frase “as pessoas elas não falham elas desistem”.

Nesse evento tivemos 80 Artistas participando, tive a oportunidade de conhecer pessoas fantásticas seus trabalhos eram de deixar o queixo caído e aprendi inúmeras técnicas relacionadas ao graffiti.

Depois desse evento fizemos mais 2 com a mesma quantidade de artistas, mais de 80 e com muros de 900 metros, dessa vez minha mão já estava acostumada a pintar muros.

Apesar da grande extensão dos muros não tive problemas com isso, ai pareceu outro que não imaginava, que era o Sol que castigava, mesmo assim foi bem melhor do que o primeiro, disso não posso reclamar.

No começo de 2014 tive meu primeiro contato com a aerografia, logo comecei a estudar, como meu primo já praticava, ele me ajudou o que tornou mais fácil aprender algumas das técnicas básicas que comecei a utilizar em alguns dos meus trabalhos.

Como ainda não tinha equipamentos para praticar eu utilizava somente os dele para meus testes e criações, não tendo todo o tempo do mundo para isso.

Ai tive que ser esperto, coloquei o que eu sabia de tecnologia para me ajudar, fiz algumas adaptações no começo para os meus trabalhos serem facilitados.

Mesmo assim tinha o projeto do graffiti, então não sobrava quase nenhum tempo para se fazer muitos trabalhos nem mesmo estudar com mais intensidade.

Nosso projeto funcionava a cada 6 Meses sempre no segundo semestre, os 6 meses anteriores sempre foquei na aerografia onde me dedico dia e noite aprendendo técnicas e misturando com a tecnologia, para obter a maior precisão e realismo em meus trabalhos.

Logo em 2015 estudando reparei em minhas pesquisas que as pessoas não queriam compartilhar o conhecimento e muito menos respondiam as minhas solicitações de ajuda.

Foi 1 ano inteiro aprendendo das mais variadas técnicas que utilizo hoje, todas adaptadas por mim, tive momentos que pensei em desistir de tudo, pois, os resultados não vinham logo da maneira da qual gostaria.

Ainda em alguns trabalhos eu só percebia o problema depois de finalizado o que tornava mais difícil para compreender o erro. Mas continuei mesmo sem ajuda.

No início de 2016 decidi criar meu canal no Youtube para ajudar todos que tinham alguma dificuldade, auxiliando nas principais dúvidas das pessoas que gostam de aerografia.

Lá mostro as principais técnicas que desenvolvi desde quando iniciei na aerografia, esses conteúdos são de criação própria.

Gosto de passar as vantagens de se utilizar as técnicas para obter mais agilidade e praticidade ao realizar grandes quantidades de trabalho muitas das vezes repetitivas.

Notei durante todos esses anos que a arte da aerografia depende de muitos fatores para ser bem executada, como equipamentos e claro as técnicas.

Essas técnicas são muito difíceis de conseguir na internet de graça, ainda mais da maneira como leciono no meu canal totalmente modo didático.

Outra coisa que aprendi no Graffiti é que temos liberdade para desenvolvermos nossa criatividade e a coordenação motora.

Na aerografia não é diferente, mas temos que ficar limpando aerógrafo sempre ao utilizar uma nova cor.

Quando estamos fazendo uma pintura isso tira nossa concentração e perdemos um pouco a linha de raciocínio com a criatividade, assim acontece também com as emoções para desenvolver a arte. Isso sempre acontecia comigo.

Aqui vai uma dica para você que é iniciante na aerografia, recomendo que compre umas latas de spray para praticar, elas ajudam muito na obtenção de um traçado legal e controle de movimentos.

Sua utilização não é tão simples como parece, ao utilizar uma das ferramentas mais sensacionais que eu considero, que são as latas de spray na criação de arte, você começa a se adaptar e quando for usar os equipamentos de aerografia notará uma maior facilidade e destreza.

Um dos pontos que quero deixar muito claro, é que tudo que aprendi, não foi fácil muito menos tão simples como possa parecer nesse texto, tive muitas frustrações ao longo desse período.

Muitas das vezes imaginei que só aprendia quem tinha o DOM, mas por não ter desistido e praticado muito, percebi que o DOM nada mais é que uma pré-disposição genética.

Que muitas pessoas acreditam que nascem com elas, mas que de maneira nenhuma terá alguma utilidade, ainda mais no quesito exito, de qualquer coisa que possam querer fazer, se não for praticada essa habilidade constantemente.

Em outras palavras nem mesmo o melhor jogador do mundo pode ficar sem treinar por achar que tem o DOM, porque com toda a certeza ele vai ser superado por alguém que treina muito.

Mostrando que isso é um grande MITO que a sociedade impõe para diminuir suas frustrações, tirar suas obrigações, sem falar que utilizam isso para diminuir o sucesso dos outros, jugando que a pessoa não alcançou aquele patamar por esforço.

Fiz um artigo que falo mais afundo sobre DOMrecomento que realmente você leia, para quebrar qualquer dúvida ou barreira que você tenha.

Um dos grandes motivos que me faz criar conteúdos para a internet e para o meu canal no Youtube, foi o fato de quando eu tive dificuldades com a programação ou mesmo na aerografia.

E quando buscava o conhecimento não os encontrava de maneira nenhuma, nunca conseguia ajuda necessária com aqueles que já sabiam e que não respondiam minhas solicitações.

Pensando nisso decidi criar esse canal para auxiliar em tudo que eu puder e sempre estarei desenvolvendo novas maneiras de passar o meu conhecimento obtido durante esses últimos anos.

Pode acreditar que você conseguirá esse auxílio que não tive, com os meus conteúdos e cursos pela internet.

Esse texto conta um pouco da minha história, e quem é você? Me conte nos comentários, ficarei muito feliz em conhece-lo.